Cópia de ECONOMIA COMPARTILHADA: FERRAMENTA PARA SUPERAR DESAFIOS

Infelizmente os acontecimentos que envolvem o novo coronavírus são responsáveis por uma retração econômica em todo o mundo. O Brasil já projeta uma queda de 7% no PIB e existem países onde a situação é ainda pior: como EUA com um recesso de até 32% e China pela primeira vez em 40 anos crescendo apenas 3,2% no segundo trimestre (quando a projeção era de 6).


O impacto desses dados na realidade causa na maioria das vezes movimentos de corte. Porém, existe uma ferramenta que ilustra uma das vias diferentes para enfrentar esses novos desafios: a economia compartilhada.


As características do termo sempre existiram, porém foram unificadas e ganharam um nome tangível na última grande crise financeira de 2008. A filosofia se baseia no desejo de aproveitar experiências sem necessariamente possuí-las. Essas atitudes são muito valiosas em tempos de escassez, pois utilizam apenas recursos que já existem para criar circulação de capital.


Esse tipo de serviço se tornou tão comum em nossa sociedade que muitas vezes deixamos de identificá-lo. Podemos encontrar exemplos desde os mais conhecidos, como Uber, até em projetos independentes como brechós de Instagram. Existem várias fontes de inspiração, mas o mais importante é captar como os negócios compartilhados carregam a essência de remanejar recursos que são obsoletos em alguns ambientes, os levando a praças onde as pessoas necessitam desse produto. Fato que gera lucro com baixo investimento e baixa mão de obra. O compartilhamento possibilita fazer mais com menos em um período de crise.


Outro fator importante é que empresas que têm o compartilhamento em seu núcleo costumam movimentar um grande número de comunidades. Isso porque esse business necessita de uma série de trocas entre companhia e cliente que valorizam mais os propósitos, credibilidade e transparência. Esse contato faz com que as pessoas destinem maior relevância as marcas que tem afinidade, nos momentos de redução de gastos.


A Rentbrella tem contribuído com essa filosofia por meio da criação e escalabilidade dos ecossistemas de guarda-chuvas. Nossos usuários possuem a solução de circular pelos centros urbanos, protegidos da chuva, sem a necessidade de gastar recursos para a compra de um novo produto.


O interessante é que a junção de todos esses pensamentos pode ser usada como a pauta que ilustra nossas atitudes perante a crise: sem perder a essência do nosso trabalho, nos apegamos ao essencial e utilizamos do tempo da quarentena para transformar a estrutura de todas as nossas áreas. Sempre com o constante compartilhamento de ideias entre os nossos colaboradores, presente na jornada.


Com a reabertura gradual, teremos o prazer de repartir com o mercado os avanços que temos alcançado, mesmo em um período de crise.

0 visualização

LET'S TALK

Interested in becoming a sponsor and increasing your brand awareness? Reach out to us to schedule a meeting or simply ask questions, we look forward to working with you.

For partners

Institutional

Logo@2x.png
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone